Translate

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Desemprego com Temer para o Trimestre é o maior da série Histórica!


      A taxa de desocupação no Brasil ficou em 12% no trimestre encerrado em dezembro de 2016, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta terça-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desemprego é a maior da série histórica (2012) e ficou dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que estimavam uma taxa de desemprego entre 11,60% e 12,10%, com mediana de 11,90%.
Em igual período de 2015, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 9,0%. No trimestre encerrado em novembro de 2016, o resultado ficou em 11,9%.

      A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.043,00 no trimestre até dezembro de 2016. O resultado representa alta de 0,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.
A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 180 bilhões no trimestre até dezembro, o que representa estabilidade ante igual período do ano anterior.

      Desde janeiro de 2014, o IBGE passou a divulgar a taxa de desocupação em bases trimestrais para todo o território nacional. A pesquisa substitui a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que abrangia apenas as seis principais regiões metropolitanas, e também a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) anual, que produzia informações referentes somente ao mês de setembro de cada ano.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Encontro do Século

      Pense naquela foto para causar pane na cabeça da reaçada. Pensou? Então, ela existe. Na primeira foto abaixo, Che oferece um Charuto cubano a Jean-Paul Sartre em seu escritório no Banco Nacional de Cuba um ano após a Revolução Cubana. Já na segunda foto está: Fidel, Simone de Beauvoir, Jean-Paul Sartre e Che.

A visita rendeu um livro: Furacão sobre o Açúcar, publicado no Brasil como Furacão sobre Cuba pela Editora do Autor.




Edgard Brasil

O MUNDO CONECTADO COM O LIVRE DA CAVERNA