Translate

quarta-feira, 25 de maio de 2016

O perigo da não fiscalização das contas da Igreja

    
     Um dos assuntos mais falados no Brasil nos últimos anos é a corrupção, só que estamos somente abordando a corrupção na política e estamos nos esquecendo dos religiosos que a cada eleição que acontece mais se fortificam na politica a ponto de possuir uma forte bancada no atual LEGISLATIVO  brasileiro. Os evangélicos a cada dia que passa estão se firmando politicamente e a população se quer questiona ou fala sobre o assunto, quando surge alguém em sociedade abordando esse assunto seja na mídia, jornais ou em rodas de bate papo de amigos logo recebe olhares fulminantes e são taxados de tudo que é nome como: ateu, fariseu, pecador e por aí vai e o assunto logo morre.
     Ainda paira em grande parte das pessoas de nossa sociedade o pensamento de que politica e religião não se questionam e nem se discutem, mais poucos sabem que as instituições religiosas, principalmente as Evangélicas, são os maiores pontos para lavagem de dinheiro que existem nesse país, pois não existe nenhum órgão do governo que fiscalize os destinos dos dízimos e do que entra e do que sai e ainda as instituições religiosas no Brasil são isentas de impostos. Você nunca se perguntou o motivo de tantos evangélicos na POLÍTICA? A ponto de dominarem o LEGISLATIVO e o porque a todo custo querem eleger um PRESIDENTE a ponto de fazerem alianças com BOLSONARO.
     Eles querem o controle da administração pública para que a propina role solta e lavem cada vez mais dinheiro,  a sociedade e os fiéis ficam reféns sendo obrigados a acreditarem no que os pastores falam em relação o que a sua Igreja arrecadou.

Edgard Brasil




quarta-feira, 18 de maio de 2016

Marighella Filme Completo HD 2012

Carlos Marighella foi o maior inimigo da ditadura militar no Brasil. Este líder comunista e parlamentar foi preso e torturado, e tornou-se famoso por ter redigido o Manual do Guerrilheiro Urbano.Maior nome da militância de esquerda no Brasil dos anos 60, Carlos Marighella atuou nos principais acontecimentos políticos do Brasil entre os anos 1930 e 1969 e foi considerado o inimigo número 1 da ditadura militar brasileira.
Líder comunista, vítima de prisões e tortura, parlamentar, autor do mundialmente traduzido "Manual do Guerrilheiro Urbano", sua vida foi um grande ato de resistência e coragem.

Dirigido por sua sobrinha Isa Grinspum Ferraz, o longa-metragem Marighella é uma construção histórica e afetiva desse homem que dedicou sua vida a pensar o Brasil e a transformá-lo através de sua ação.

domingo, 15 de maio de 2016

O Sentimento de Falsa Liberdade



     A Abolição da Escravatura nada mais foi do que um processo politico, onde os ingleses queriam aumentar seu mercado consumidor dos produtos que eles fabricavam, tanto que foi o primeiro país do mundo a abolir a escravidão e inserindo os escravos nas fábricas como trabalhador livre e assalariado, para que no final do mês pudessem comprar os produtos que a burguesia inglesa fabricava. Vendo que essa nova politica estava indo de vento em polpa na Inglaterra, os ingleses começaram a combater duramente o fim da Escravidão em todo o mundo e obrigando os demais países a adotarem o seu modelo.

     O Brasil é um dos países onde o fim da escravidão foi um dos mais brutais do mundo, pois não teve nenhuma politica de inserção do negro em sociedade e os empurraram para os morros, os obrigando a realizar furtos para sobreviver ou trocar sua mão de obra por comida e moradia. 

     Que motivos temos para comemorar a Abolição da Escravatura? Se as senzalas do século XXI são as favelas e as zonas periféricas onde abrigam a população mestiça e negra e se os Navios Negreiros do século XXI são os trens e ônibus lotados que levam a mão de obra barata das favelas e das zonas  periféricas para a Zona SUL e a polícia ainda continua reprimindo o povo, assim como os capitães do mato faziam para defender os interesses de seus senhores e protegê-los da rebelião dos escravos, enquanto a Casa Grande na Zona Sul ostenta poder e riqueza continuando a explorar a mão de obra do trabalhador que continua barata.

 Edgard Brasil

quinta-feira, 12 de maio de 2016

12/05/2016 - O dia em que a Democracia foi assassinada e o Brasil amanheceu livre da corrupção!


     Hoje o dia amanheceu nublado e cinzento aqui no Rio de Janeiro, até o SOL se negou a se mostrar com tanta vergonha do que presenciamos com esse processo de Impeachment. Até a natureza está com vergonha de tudo isso e ainda tem brasileiro que não acordou.

     Muitos hoje acordaram com o sentimento de Alma lavada, pois conseguiram afastar uma presidenta legitima, que chegou no cargo através do voto e sem passar por cima de ninguém e se quer usou da força que possuía para se manter no cargo.

     Hoje ao ler o nome dos futuros ministros e politicos que apoiam o eventual governo Temer, tive um sentimento que estava nos anos 90 e era um pesadelo no qual não conseguia acordar, ao ver o nome das velhas elites tupiniquins voltarem a politica brasileira e todos sem voto. Nomes esse como:
Aécio Neves, José Serra,  Henrique Meirelles, Romero Jucá, Eliseu Padilha, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco, o Advogado da União é ex advogado do PCC, Sarney Filho, Gilberto Kassab, Mendonça Filho etc. Está aí de volta o que os coxinhas, Fascistas e anencefalos queriam. Estão satisfeitos agora em entregar o país novamente a velha elite tupiniquim? Agora ficaram felizes, pois o Brasil está livre da corrupção.

     O seu discurso de posse, como foi emocionante, o povo eufórico, aplaudindo, burlando a segurança para abraça-lo, tinha negro, pobre, índio, homossexual, operário. Foi bonito de se ver como ele tem total apoio da população. Literalmente não tinha espaço nos gramados de Brasilia e faltavam ruas pelo Brasil para abrigar a população eufórica. Viva o fim da corrupção!

     O Brasil hoje está nas mãos de velhos corruptos, brancos e sem votos. Por sinal, já começaram bem, excluindo mulheres, negros e jovens do governo. Bem vindo aos anos 90. Pois sai a mãe dos pobres e entra o mordomo dos nobres. Voltamos a um país onde todos eram felizes, tinham as mesas fartas, longe da miséria, pobreza, entravam nas universidades, o pobre andava de avião e o principal, livre de todo e qualquer tipo de corrupção!

Edgard Brasil

sábado, 7 de maio de 2016

O Consumo da Carne Bovina e o aquecimento Global. Conheça o que a TV te esconde!

     A criação de bovinos leva ao aumento dos gases que causam o efeito estufa na atmosfera, agravando o problema do aquecimento global .

     O Brasil é o maior exportador de carnes do mundo, o que corresponde a 24% da sua produção. Nosso país possuía, em 2006, cerca de 190 milhões de cabeças de gado e a demanda por carne bovina não é só externa, mas interna também. Com certeza, isso gera muitos lucros para o nosso país.

     Mas, o que dizer dos impactos sobre o meio ambiente? Será que o consumo de carne agrava problemas ambientais, tais como o efeito estufa e o aquecimento global?

     Estudos mostram que a pecuária bovina é responsável pela emissão de pelo menos 50% dos gases-estufa, principalmente do gás carbônico (CO2) e do metano (CH4). O aumento da concentração desses e de outros gases na atmosfera é o que intensifica o efeito estufa, pois eles absorvem uma parcela da radiação infravermelha, aumentando a temperatura do planeta e causando o chamado aquecimento global.

     Mas, como é possível que o gado contribua mais do que as indústrias e os veículos automotivos para agravar o aquecimento global?

Conheça as principais formas em que isso ocorre:

1. Desmatamento: As florestas são derrubadas a fim de abrir pastagens para os rebanhos. Para limpar os terrenos, são realizadas queimadas, o que emite os gases-estufa e representa o maior fator de emissão desses gases no Brasil. Em terras brasileiras, isso ocorre na Amazônia e no Cerrado, sendo que 75% do desmate na Amazônia e 56% do desmate no Cerrado estão associados à pecuária.

     Além de gerar esses gases, o desmatamento destrói habitats naturais, provoca a extinção de espécies, causa a degradação ou erosão dos solos, desencadeia inundações, diminui os recursos hídricos (porque possuirá menos tamponamento florestal), diminui a ocorrência de chuvas, entre outros problemas.

2. Queimadas: As queimadas também são realizadas periodicamente para renovar a vegetação das pastagens, emitindo mais gases-estufa.

3. Digestão dos animais: A fermentação entérica, isto é, a formação de gases no sistema digestivo do boi, emite metano para a atmosfera, por via oral e fecal.  

4. Outros: Existem outros fatores que são mais difíceis de serem mensurados, mas que também contribuem em muito para o aquecimento global, tais como o transporte da carne, do gado, de rações para os rebanhos, emissões dos solos de pastagens degradadas ou mal manejadas, emissões vindas da produção da ração, emissões do processamento industrial primário da carne que será consumida e assim por diante.

     Tudo isso representou um total de 812,9 toneladas de CO2 emitidos pela pecuária brasileira no ano de 2008.
     Assim, quanto maior for o consumo de carne, maior será o rebanho criado e, consequentemente, maior o prejuízo para o meio ambiente.

Então, faça uma autoanálise sobre os seus hábitos alimentares e se pergunte:

“Será que eu poderia diminuir o meu consumo de carne?”

     Uma ação positiva sobre essa questão não só ajudará o meio ambiente, você também  estará contribuindo para diminuir a matança desenfreada desses animais e fará bem à sua saúde  porque o consumo excessivo de carne pode levar ao desenvolvimento de algumas doenças, como doenças cardiovasculares e obesidade.




Artigo adaptado de: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/consumo-carne-aquecimento-global.htm

Edgard Brasil


                                                                                                                                         

Até quando iremos aceitar o que está acontecendo no Brasil?


     Abro o site dos principais jornais do mundo e só dá Michel Temer e Eduardo Cunha. Até quando vamos aceitar mais um golpe na DEMOCRACIA do nosso país? Foi assim com: Getúlio, Café Filho, Jânio Quadros, Jango, JK e agora Dilma. O mundo todo sabe e inclusive nós aprendemos desde a 3° série do Fundamental que, quem manda no Brasil são as elites de MG e SP. As eleições nesse país só são respeitadas quando são eleitos aqueles que essas elites querem, caso contrário arrancam do poder. 

     Independentemente em quem você votou esse GOLPE tem que ser combatido e ensinar essas elites que eleições se ganham nas urnas e não assumindo na marra. Temer nem assumiu e só fala em retirar direitos e aumentar a aposentadoria para 70 anos e trazer de volta aqueles dinossauros da década de 80 e 90 que afundaram nosso país os colocando em ministérios, se não acordamos quem pagará como sempre será o pobre e a classe média, pois a política NEOLIBERAL valoriza as grandes corporações e massacra o micro e o pequeno empresário com o uso do monopólio.

     Essas elites só irão aprender quando o povo desse país acordar que temos todos os critérios para nos tornarmos uma potência mundial, nada nos falta, a não ser ambição e que não aceitamos mais migalhas dessas elite.

     Precisamos de uma Revolução aos moldes da Guerra de Secessão dos EUA, Queda da Bastilha na França, Revolução Gloriosa na Inglaterra, Revolução Cubana etc. Ou seja, derrubar essa elite e criar outras e não duas somente que controle tudo e todos, pois essas elites são representadas por partidos políticos onde todos são políticos de carreira.

     Enquanto esse país não passar por uma Revolução nesses moldes, o povo vai continuar assistindo e aceitando tudo passivamente, vendo o circo pegar fogo como se tudo fosse uma grande final de campeonato de futebol e essas elites continuará fazendo o que faz, ou respeitam a Democracia, ou saem no tapa.

Edgard Brasil

O MUNDO CONECTADO COM O LIVRE DA CAVERNA